Detentos em cadeias federais poderão ter pena reduzida através da leitura

Os presos de penitenciárias federias que se dedicarem à leitura de obras literárias (clássicas, científicas ou filosóficas) poderão ter as penas, em regime fechado ou semiaberto, reduzidas. O projeto Remição pela Leitura determina que a cada livro lido, o detento terá sua pena diminuída em quatro dias. Essa decisão foi publicada ontem no Diário Oficial da União

O preso terá o prazo de 21 a 30 dias para finalizar a leitura da obra, que é disponibilizada em cada presídio federal. Além disso, ele terá que elaborar um resenha a ser analisada por uma comissão de especialistas em assistência penitenciária. A comissão também avaliará a autenticidade da resenha. Caso seja constatado o plágio, o detento perde o direito de redução da pena.

Ao que parece a Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) também planeja implementar o sistema nos presídios gaúchos. A Susepe já incentiva a leitura nos presídios disponibilizando cerca de 10 mil livros para presos. Já existe um projeto para ser lançado, na próxima Feira do Livro da Capital, uma obra inteiramente escrita por detentos, com textos produzidos em oficinas de produção textual nas cadeias.

 Fonte:  Zero Hora

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s